quinta-feira, 5 de maio de 2011

Sobre o Mãe de Merda - Parte II



Juro que vou ser delicada okay?


Seguinte, em primeiro lugar, se você chegou aqui de paraquedas, leia AQUI antes de ler esse post!Com isso vocês entendem como surgiu o @maedemerda


Em segundo lugar, o Concurso Mãe de Merda é uma forma bem humorada e diferente de comemorar o dia das mães. Como já disseram  nos comentários, não gostou?Tem o X ali do lado! 
A questão é, VOCÊ É PERFEITA? Nunca chorou de desespero? Nunca se sentiu incapaz?Impotente diante de uma situação?Nunca se sentiu uma mãe de merda?
Porque olha, se nada disso aconteceu com você, acredito que você não seja muito normal não, dai tem que ver issae!


Eu sou uma mãe de merda, e me orgulho disso. Sabe porque? Porque mãe perfeita, não existe. E conheço muitas pessoas que depois que assumiram esse lado mãe de merda, começaram a levar as coisas de uma forma mais leve, com mais humor, sem fazer tempestade em copo d'água. 


Conheço boa parte das mães que mandaram as fotos para o Concurso Mãe de Merda, e sei que nenhuma delas são péssima mãe! Todo mundo ai, faz o que pode, o que ta dentro do alcance. Se eu faria igual?Não sei. Mas o filho não é meu, a vida não é minha, da minha vida eu sei certinho!




Se você ainda não entendeu a brincadeira, talvez falte um tanto de senso de humor na sua vida, um pouco de realidade, porque a maternidade não é cor de rosa sabe? Pode parecer, mas não é. E não é porque não é, que amo menos minha filha, que as coisas são péssimas. Mas me permito ter dias, e vários dias, de mãe de merda, sem culpa!


Acho uma enorme falta de respeito, vir julgar, falando que nossos filhos - filhos de "mães de merda" - serão crianças sem educação, mal criada, entre outras coisas. Mas só digo uma coisa, a gente tem de tomar cuidado ao cuspir para cima, porque pode cair na nossa testa um tempo depois!




E antes que falem de falta de respeito, eu respeito quem me respeita. Acredito muito na liberdade de expressão. Tanto que, comentários aqui já virou um forum de discussão e eu nem me meti, porém acredito que você pode expor sua opinião, sem ofender e desrespeitar ninguém! 






É isso mãezinhas!


Eu sou mãe de merda sim, e você?!




Mais uma coisa, acredito que uma imagem, ou uma frase não define a forma de uma pessoa educar um filho, então antes de falar demais, procure saber. Não tire conclusões precipitadas! 

9 comentários:

Tassi Bach disse...

TUDO VIROU BULLYING! É a palavra da moda, e todo mundo usa! Ensinar os filhos que nós erramos e levamos isso com bom humor, também faz parte de uma educação saudável. Pra ter um idéia, tenho uma sequência de fotos em um album dos meus pais que eu estava fazendo careta na hora de fazer cocô no pinico. Eu tinha acho que quase 2 anos ali. Meus pais mostravam pra todo mundo que ia lá em casa. E sendo bem sincera, não lembro de me sentir ofendida, envergonhada, nem nada! Na minha casa tudo é tratado com bom humor, meus pais sempre me diziam que a vida não é perfeita, é bem mais imperfeita, mas é perfeita pra nós que sabemos rir disso! E vou perguntar para a Mãezinha Nádia: Por que não foi ainda no presídio e não mostrou como as presidiárias devem educar seus filhos? Se tu só mostrar o lado maravilhoso da vida, eles vão achar que tudo deve ser assim, viu. Feliz dia das mães para você que é mãe perfeita!

Aline B. disse...

Parabéns! Nós somos mães de merda mesmo, é isso aí.
Os perfeitos e mal humorados que procurem tratamento.
Adorei o seu concurso, só não participei porque estava de férias. Fotos é o que não faltam pra provar que sou mãe de merda...rs...
Mas já dei o meu voto.
Bjus!

@patcamargo disse...

A única diferença entre nós é que eu uso a #maedeverdade e você #maedemerda. No fundo, dáno mesmo (mas eu sou mais coxinha e não escrevo palavrào! rsrsrs).

Além disso, ouvir o relato de uma pode ser um alerta para outra.

Agora, que tem mãe de merda de verdade tem mesmo. Para essas não precisa concurso, precisa cadeia.

bj

Aline B. disse...

@patcamargo, acho que essas não podem nem ser chamadas de mãe. Concorda?
Bjus

Tuka Siqueira disse...

Eu to virando fãzona do mãedemerda, porque essa coisa de mãe perfeita tava me enchendo um bocado! Tem outra coisa que digo sempre: criar os filhos dos outros é muito fácil.
Senso de humor é tudo, ou a vida fica muito mais difícil do que já é!

beijos

Mulher Vitrola disse...

Quero um a fórmula para ser mãe perfeita, dependendo da proposta eu pago bem.

Aprendendo com Davi disse...

Eu penso assim, n sabe brincar n brinca oras!

Se as mamães q enviaram as fotos n se ofenderam, vá lá!!!

Um espaço pra chamar de meu disse...

ontem tirei uma foto q iria cair muito bem no concurso...Dan chegou d uma festa deitou com as pernas penduradas, marido logo chamou para bater foto...se eu publicasse iriam pensar que deixei dormindo a noite toda daquele jeito...as pessoas ainda acreditam em tudo q veem na internet...as mulheres que espancam,jogam no lixo,deixam pai estuprar,vendem os filhos não são mães de merda,não são nem mães...Feliz dia das mães para todas...

Pandora disse...

Acho que toda mulher tem que ser a melhor mãe que puder ser e pronto PONTO.

Não vi nada de absurdo nas fotos, são coisas que acontecem e a existencia das fotos mostra que as mães estavam de olho nos filhos... Aff... criança faz gracinha, todo mundo que vive com criança vez ou outra se sente uma merda, quantas vezes eu me senti uma tia de merda quando não conseguir ser suficientemente firme, quando perdir a hora das atividades, quando as crianças me fizeram de gato e sapato, quando alguém caiu no parque, quando eu cai no parque, quando faltou paciência com o choro de um criança do berçario e eu chorei com ela de impotencia????

Aaaah...