sábado, 11 de junho de 2011

Para o pai da Beatriz.

Ontem me perguntaram " Você não sente vontade de sair com outras pessoas?Porque assim, quando eu estava com o fulano eu tinha vontade de sair com outras pessoas além da gente, porque quando a gente saia junto era muito entediante, ele era chato e ficava com gracinhas. Você não sente isso com o Rob? Você não cansa de sair só com ele?Afinal vocês se veem todo dia"


Sabe o que é, existem dias em que o caos toma conta, meu stress chega a um nível que eu nunca imaginei que chegaria, e tudo o que eu quero é sentar e chorar. A maternidade faz com que nós, mães, fiquem se sentindo culpada em todos os momentos.
As vezes você está com aquela vontade de sexo all night long, mas a sua coluna dói, você está cansada e o bebê resolveu dormir só as 2 da manhã, você não tem mais pique para sexo a noite toda e acordar as 7 da manhã para passar o dia todo cansada e correndo para lá e para cá.
As vezes a gente tem de contar moedas para o pão, e parece que existem tantas preocupações que não sobra tempo para sentir.
As vezes tudo o que eu quero é sentar no sofá e discutir com você sobre legalização da maconha ou qualquer outro tema polemico que geralmente a gente discorde, porque eu gosto de saber que você, não é igual a mim.
As vezes a gente quer que as visitas vão embora logo, só pra gente não fazer nada juntos, conversar bobagem, discutir.
As vezes a gente discute muito.
As vezes eu lembro do nosso primeiro dia dos namorados, que foi bem epic fail, era nosso primeiro mês juntos e queriamos ir a um restaurante japonês, mas não reservamos lesados que somos, e fomos parar em um barzinho, com chopp, petiscos e um casal de amigos intrusos, e foi muito bom!
As vezes eu sinto saudades do seu quarto na casa da sua mãe, onde ficavamos por la 3/4 dias, tomando vinho no frio, sem tempo para nada, sem preocupações nem conta para pagar.
As vezes eu sinto um puta orgulho da gente, porque casamos do nosso jeito, temos nossos problemas e nossas responsabilidades, continuamos juntos mesmo com tantos problemas.
As vezes tudo que eu quero é sentar com você em qualquer lugar depois de um dia stressante, e esquecer que todo o mundo existe, que existe conta a pagar, prazos, filhos, pai para cuidar, esquecer de tudo e relaxar um pouco.

E eu estou escrevendo tudo isso no blog da Beatriz, porque meu maior medo foi de você não gostar da Beatriz, de ser um pai ausente.
E hoje quando ela acorda e te da um beijo e um abraço e você sorri, ou até mesmo quando você fica com ela brincando de boneca enquanto eu esquento o jantar, ou quando você briga com ela para dormir, ou quando ela fica te observando e te imitando fazendo qualquer coisa, eu me sinto aliviada.

Eu vejo que você é um super pai, um super marido, e um super amigo.
Não tinha ninguém melhor para ser o pai da Beatriz, e eu sinto muito orgulho de você.
Eu espero que a Beatriz tenha a sua determinação, seja persistente como você, seja inteligente como você e tenha seu dom musical.


Somos assim, completamente imperfeitos.
Você dorme até tarde, gosta de jogar, é inteligente pra caramba, e gosta de filmes que eu não entendo.
Eu acordo cedo, gosto de escrever e fotografar, sou lerda, e gosto de filmes de guerra.

Te amo, e não me canso de você, de sair só nós dois para comer por ai, para tomar torre de chopp, ou tomar coca cola que nem dois viciadinhos.
Amo nossos pequenos momentos, nem que seja comendo pão de alho e tomando coca cola na Dona Neusa.


Te amo, porque no fim do dia quando estou cansada de tudo, é em você que sinto segurança para conversar, reclamar, e falar mal da vida.












10 comentários:

Marcia Medeiros disse...

Poxa ameiiii seu depoimento pro maridão vc resumiu tudo o que a gente sente ou melhor o que eu to sentindo faço minhas suas palavras kkk quase todas kkk parabéns pela linda familia pela Beatriz que é uma flor....Feliz dia dos Namorados pra vcs....

Tassi Bach disse...

Segundo a Steph, eu traí o movimento não casando com um cabeludo, mas tudo bem. kkkkkkkkkk Mas é isso mesmo, acho que um casal só vai saber que se amam de verdade quando tiverem um filho, por que aí as verdadeiras dificuldades vão aparecer, e só quem ama de verdade supera. Feliz dia dos namorados pra vcs!

Robson disse...

Muito bonito o post!

Na verdade to comentando mas nem sei o q falar sobre tudo isso eu te amo nas imperfeições tb e nos stress!

Obrigado pelo post!

Alê disse...

lindoooo
to emocionada com as palavras simples e que expressam todo amor que tu sentes com toda sinceridade do mundo!!
uma lagrima caindo...
feliz dia dos namorados mesmo com muito mac donalds!!!

andrea disse...

lindo! To emocionada ainda! Vc escreveu exatamente o q eu sinto as vezes,mas quem disse q seria facil ne? Mas sendo exatamente assim como e e que eu sou feliz
AMO A MINHA FAMÍLIA! Feliz dia dos namorados! Bjs

Anônimo disse...

SEM PALAVRAS LINDO ..........CARLINHA

Érica disse...

O que dizer deste post?

AMEI!

♠ Lola Rodrigues... disse...

Porrannn, que foda meuuuu!!!! Super admiro... são casais assim que eu respeito e tenho como ideal... menina preciso te conhecer!!! haha

RÁ! Eu sabia que ele era cabeludo! dãã, tão óbvio que fiquei até com vergonha hahah, com vergonha mas contente, casais do rock ruleiam!

caralho, na última foto ele tá a cara de alguém que eu conheço... andré mattos?

Aline disse...

Pô, no dia que eu li isso, comecei a chorar e foi foda porque né, eu estava deixando a minha sogra na rodoviária e eu não queria que ela pensasse que eu estava chorando porque ela estava indo embora. Não mesmo.
Muito bonito esse post.

Dani disse...

amei!