terça-feira, 8 de novembro de 2011

Sogra - Falta de maturidade?

A minha sogra é legal. Sério. Legal do tipo que não da palpites, que conversa comigo, que cuida bem da Beatriz e não " estraga ".
E acho que tudo isso é graças a todo um esquema que desenvolvemos.
Quando a Beatriz nasceu, eu queria que ela fosse alimentada da forma mais natural e menos agressiva possivel, eu a amamentava e por muitas vezes precisava sair a noite, pois o marido tocava e deixava ela aos cuidados da minha sogra. Deixava com leite ordenhado, e a minha sogra dava.
Mas eu sempre soube que inevitávelmente depois dela já comer, ela teria contato com coisas que eu não queria, doces, danoninho e tralalá. E não, eu nunca quis ser a mãe chata que fica tretando com a sogra.
Então estipulei que para a gente funcionaria assim, comigo é de um jeito. Na casa da sogra ta liberado do jeito dela.

Sim, minha sogra já deu palpites, ela também já foi mãe, ela já é avó, e ela está no direito dela de dar palpite. Todos dão palpite, só que algumas pessoas implicam com a sogra.
Acredite, não é na maldade.
Eu valorizo muito esse lance de experiência, sério mesmo, acredito que é experiencia de pessoas mais velhas e principalmente de quem já passou diversas vezes por isso, tem muito o que acrescentar.
E minha sogra é assim, já teve três filhos, quando a Beatriz nasceu ela já tinha dois netos, ou seja, experiencia de sobra.

Quando a Beatriz era bem novinha, uma vez eu fiquei muito brava com a minha sogra, e hoje vejo que foi uma puta falta de maturidade DA MINHA PARTE. Pois ela só queria ajudar.
Não é inocencia ou ingenuidade, é apenas respeitar outra pessoa como ela é. Antes dela ser minha sogra, ela é uma pessoa que já passou por diversas situações na vida e tem sim culhões para palpitar em algo que ela já passou diversas vezes.

Minha sogra falava para eu desmamar a Beatriz, palpite chato né?Mas eu encarei com maturidade, não fiquei me lamentando, eu explicava para ela o quanto que para mim e  para a Beatriz era importante a amamentação, e depois de um tempo, as pessoas se acostumaram com isso.

Ela é uma ótima avó, que coloca música e fica dançando com os netos, que compra coisinhas para os netos mesmo fora de data, que fica com a Beatriz quando eu preciso. E cozinha muito bem.
Ela é a única avó da Beatriz, e mesmo não tendo acontecido nada do tipo, se acontecesse algo eu nunca afastaria a Beatriz dela, isso é questão de maturidade gente.

Isso é questão de respeito, de ver que sua sogra é um individuo como qualquer outro, que passou por coisas na vida que as vezes você nunca saberá o que é, que tem sim mais experiencia que você, e que por mais que algumas pessoas falem que " minha sogra criou os filhos muito mal e ainda quer criar o meu?", acredite, as coisas não são bem assim.
Eu vejo pela minha sogra, ela criou os filhos da melhor forma que ela poderia, que ela achou correto, uma pessoa que cuidava dos filhos sozinha enquanto o marido trabalhava em dois empregos. E apesar dela falar sobre a amamentação, ela amamentou meu marido até os 2 anos e poucos dele.
Todos os filhos da minha sogra são bem educados, o marido por ter sido o primeiro filho dela, ficou o mais mimado mas nada em exagero. E meu marido ainda é extremamente ligado com a mãe, e gente, que mal há nisso? Se eu tivesse mãe, eu também seria super ligada com a minha, daria muito valor nisso, por isso acho extremamente normal esse contato.

Minha sogra é sim muito especial, daquelas que eu ligo para ela para saber como faz tal coisa, que eu peço para ir no médico comigo, que puxa minha orelha por causa de fumar, que trocamos dicas de emagrecer, ela me acompanhou em quase todas as consultas e exames do meu pré natal, ela que estava comigo quando vimos que a Beatriz era Beatriz.

Entendem? Existe todo um contexto.
Acredite que sua sogra da "porcarias" para o seus filhos quando ficam com ela isso não é problema, isso não estraga hábitos alimentáres sólidos. Os filhos dão muito mais valor e atenção naquilo que os pais falam, então se você acha que a educação que sua sogra possa oferecer não é das melhores, não se preocupe. O que influencia mesmo, é o não contato. Você privar seu filho do contato com a propria avó - o que acho uma atitude bem egoista alias - por conta de problemas que você acha que existe, é sim preocupante.

Então eu ressalto que a maioria dos problemas entre você e sua sogra, é falta de maturidade... sua!





Ps: esse texto já era para ter saido FAZ TEMPO, porém hoje lendo um texto la no Loucura Materna eu resolvi postar aqui. Porém se você não se da bem com a sua sogra, aconselho a ler: Quem pode mais?

Beijos

28 comentários:

Criss Ferrari disse...

Eu não tenho sogra, nem sogro. Alguns diriam que sou sortuda, eu não acho isso, gostaria que meu marido tivesse os pais vivos, como eu tenho. E os meus nem são tão presentes como eu queria, apesar de morarem do outro lado da rua. È falta de maturidade e de se colocar no lugar do outro implicar com sogras. Porque elas são as mães de nossos companheiros, já pensou, agora que somos mães, se o companheiro de nosso filho fizesse de tudo para não frequentarmos mais nosso filhote? Ok que crescendo mudam muitos aspectos e eu tenho filhas pequenas, mas sei que meu amor por elas não vai mudar porque mudaram de idade, e palpites, eu vou dar sim, com amor, com respeito, me colocando sempre no lugar do outro, como exijo que façam comigo.

Natália Toledo disse...

Sorte a sua por ter uma sogra que sabe ouvir, uma sogra q infelizmente nem todas tem...ela respeitou sua atitude por isso vc nao tem muito q questionar, por ela ser uma pessoa q soube até onde era seu espaço!

Ana Carolina Amado disse...

Kira, onde tá escrito que tenho que gostar de todo mundo que conheço? Isso não quer dizer que eu seja imatura.
Existem sogras e sogras, do mesmo jeito que existem patrões e patrões...

Natália Toledo disse...

As vezes falta maturidade nas sogras, as vezes elas tb tem q achar o lugar delas, digo pela minha mae....eu tive q ensina-la a ser uma boa sogra....
Vc teve uma experiencia, agora existem varias outras q não cabem só ao q vc disse....

Consuelo disse...

Até entendo seus argumentos, mas quando falta justamente o respeito, dela com a nora é que o bicho pega. Não é pq teve filhos q criou bem. Quando a gente é desautorizada, desrespeitada, invadida, não é implicância não. Meus filhos tem os 2 lados, e são totalmente opostos. Minha mãe deixa tudo comigo, me respeita pq sabe q me criou bem, q sou capaz de decidir. E despespeito é num contexto geral, não só no quesito netos. Nem sempre o santo bate com o da pessoa, seja qual for o papel na família né?

Isabela Kanupp (Kira!) disse...

Gente, tinha muitas coisas na minha sogra que me incomodava, e eu fui vendo que era besteira minha. Que no fim o que ela fazia, era por amor mesmo, por querer ver todos bem, por mais que para mim parecesse um absurdo tudo aquilo.

Não entendo de verdade, porque vem cá, ela é a mãe do meu marido. Tudo que ela faz é porque ela acha que é o certo para os filhos dela, e não é isso que tanto defendemos?

Tathy disse...

Olha, no geral eu não tenho mesmo problemas com a minha sogra. O que todo mundo tem com a sogra eu tenho com a minha mãe. E não minha mãe como sogra, porque ela é uma ótima sogra. Tanto que marido inventa de fazer churrasco e liga pra ela falando pra ela vir pra cá! Mas tanto uma como outra muitas vezes desautorizam a gente na frente dos filhos, e aí como faz?
Eu acho que não é falta de maturidade. Não é o palpite em si que incomoda. É a atitude. É dizer que faz melhor que você porque já criou filho. E daí que já criou? O que é melhor pra ela não é melhor pra você. Não significa que você queria aquilo pro seu filho.
Apesar de terem mais experiência de vida, isso não dá o direito de querer viver as suas experiências como mãe por você. E outra: ela tem mais experiências em algumas coisas, mas os tempos são outros e passamos por muitas coisas que elas não passaram na época delas. Elas não tem como saber o que é melhor.

Isabela Kanupp (Kira!) disse...

Eu sei, isso é normal acontecer, mas eu ignoro. Não vou prejudicar a convivencia da minha filha, com coisa que para mim é desnecessária. Como eu disse, os filhos levam muito mais a sério o que pai e mãe fala do que outras pessoas. É só relaxar gente!

Dina Ulbrich disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Isabela Kanupp (Kira!) disse...

Gente, acho que meu pai é o pior sogro do mundo.
Sério, eu não aguentaria.
O marido ajuda ele até a ir no banheiro. Imagina só.
Meu pai cobra todo mundo, se ele empresta 5 reais para comprar pão - que ele também come - ele cobra. Ele cobra do meu marido, ele reclama de coisas na cara do meu marido, e meu marido na maior paciencia do mundo aguenta. Porque meu pai é idoso, idoso tem manias. Porque meu pai acha que as coisas só funcionam do jeito dele, que sempre administrou muito bem a casa, mas é um preço que se paga por morar junto.

Dina Ulbrich disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Isabela Kanupp (Kira!) disse...

Meu pai também, meu pai tem 57 anos!

Tathy disse...

Eu não consigo ignorar alguém me desautorizando na frente da Ellis. Nem mesmo o marido! kkkk
E em nenhum momento eu prejudico a convivência dela com a minha mãe ou a minha sogra. Tô mentindo. Prejudico sim. Porque eu não deixo Ellis dormir na minha sogra. Pelo menos por enquanto não. Sei que ela vai acabar comendo um monte de besteira que ela não come quando tá comigo, vai tomar refrigerante... E olha que Ellis come de tudo, dou doce e etc mas com moderação. Lá não vai ter moderação.
Então, por enquanto, não vai dormir na vó.

Michely Avanti disse...

Adorei o post e o blog!

Tbém acho falta de maturidade colocar os filhos no meio de briga e picuinhas com a sogra.. a minha é super legal mas já teve momentos de tremelique por causa da superprotecao dela com meu marido e os palpites nem sempre bem vindos, e hoje aprendi a respeitar mas impor SIM minha opinião!

Bjinhos

Laragui disse...

Eu tbem me dou super bem como minha sogra!
Ela me ajuda muito auqi na Itália, e respeita muito meu espaço com a Bea. A Bea nao dorme lá pq nao dorme com ninguém (bichinho do mato) mas deixaria tranquilamente...

Concordo com seu texto, mas tem q ver tbem, que tem muita sogra difícil por aí... Ah se tem!!

bjnhos

Devaneios de Mulher disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Devaneios de Mulher disse...

Oi, sabe, este post me fala muito de perto.
Concordo com você em muitos aspectos, mas, antes de "rotularmos" sogras/noras/filhos e filhas, temos que entender que antes de tudo somos indivíduos, com vontades e personalidades que diferem muito! E Graças a Deus por isso, pois como diz a mãe da Angelina Ballerina, se fossemos todos iguais, que chato qur seria! Agora, vou relatar minha experiência com a minha sogra. Morei no mesmo terreno que ela por seis anos assim que me casei.Casa separada tudo, mas mesmo quintal. Nunca, nunquinha mesmo, briguei com ela ou ela comigo, sabe porque? Pois desde o início deixei claro até onde ela poderia ir. E você acha que ela não tentou ultrapassar o limite? Claro que sim, como eu tb devo ter dado mancada algumas vezes, mas, o que fazer diante disso? Brigar com ela, com marido e ficar sem ir lá? Claro que não, até porque ela cozinha muito melhor que minha mãe.kkkk Seria bobeira da minha parte brigar com uma pessoa que tenho que ver todos os dias e, as qualidades dela superam os defeitos, como espero que as minhas tb superem. Respeito ela como mãe do Jr, como sogra e vó das meninas,mas principalmente como humana que é, passível de erros. Ela ama minhas filhas, netas únicas, as mima, dá presentes bons e me ajuda no meu dia a dia. Me admira como profissional, respeita minha opção em trabalhar fora e do meu cuidar meio "maluco" com as meninas. Dá pitaco,dá sim!O que eu não gosto eu não eternalizo, mas o que gosto, ponho em prática. E a vida é assim, minha mãe também dá as dela com minhas cunhadas mas é sempre pensando em ajudar, e o que é a vida se não um eterno aprendizado né?!

Beijo

Tati

Mamãezinha disse...

Kira. Eu penso que sem respeito não há relacionamento. Muito obrigada pela visita. És bem vinda! Beijão!!!

Isabela Kanupp (Kira!) disse...

É exatamente isso, tem que vem não somente a sogra como sogra, mas como um individuo, com seus gostos, desejos, peculiaridades! Não como a vilã má! Lógico que minha sogra já fez coisas que eu não gosto e eu tbm fiz, mas dai que a gente ve o que fez de merda e se impoe, cada um respeitando seu espaço!

Rose Misceno disse...

Minha sogra me tratava melhor do que tratava as filhas, fazia minha comida preferira quando ia almoçar lá e quando não ia mandava o maridão trazer marmitex pra mim!!
Mas ela tinha (falecida) um péssimo defeito: se fazia de coitada e isso me tirava do sério, porque esse se fazer de coitada era sempre acompanhado de chantagem...mas vou citar Rita Lee pra perdoar esse defeito dela!

"Toda mulher quer ser amada, toda mulher quer ser feliz, toda mulher se faz de coitada, toda mulher é meio Leila Diniz..." Então, tá, né!

Beijão!!

Anônimo disse...

Olha, acho que tu deixou passar o ponto de interrogação do título. Me explico melhor. O Título do post é: Sogra- Falta de maturidade?. O que tráz uma idéia de dúvida, mas no seu texto inteiro ficou bem claro que vc fala com certeza de que quem não se dá bem com sogra é pq é imatura.
Não concordo. Entendo que vc quis abrir os olhos e nos fazer enxergar que, as vezes nós nos preocupamos com bobagens e acabamos sendo imaturas. Mas um erro comum em quase todos os seus texto é esse, vc fala de uma verdade absoluta, e isso causa uma certa irritação, e com motivo.
Mas enfim, te critiquei aqui, mas acho que vc tocou num ponto legal, até quando nos estamos nos colocamos acima dos nossos filhos, e os privando de certas experiências por bobeiras nossas?

Isabela Kanupp (Kira!) disse...

Anonimo, obrigada. Gosto muito de anonimos como você, mantendo sua opinião mesmo contrária em alguns pontos, porém educado.
Sim, a ? foi proprosital. Porque no meu texto eu expresso o que EU acho, essa é a MINHA verdade absoluta, o que creio que seja o melhor a se fazer, na minha humilde opinião.
Porém a interrogão é para abrir discussão mesmo, ver outros pontos de vistas, outros porques, contrários ou não!

Enfim.
Beijos

Camila Gomes disse...

Isa, que lindo, chorei, porque eu também tenho uma Sogra assim maravilhosa, por muitas vezes me faltou maturidade também, me senti tão infantil. É tudo verdade o que você falou, minha sogra também me acompanhou em várias consultas do pré-natal, inclusive moro com ela hoje e vou sentir falta quando for para minha casa. Por ela ser tão mãe como é!
Beijos Ca

Déia Musso disse...

Às vezes eu venho aqui e me sinto mal, como no post de parto, fui toda maquiada e cabelo feito, para mim era dia de festa, esperei muito tempo para conseguir ter meu filho e o dia do nascimento dele foi O EVENTO na vida da pessoa aqui,rs... mas enfim, discordei e nem quis comentar porque sou deficiente no quesito crítica construtiva, fico com medo de ofender. Porque te admiro, acho vc muito bacana e fala umas coisas que lavam a alma da gente, daó me toquei que não somos iguais, pohan...kkk
Numa boa claro, sei que não foi ataque pessoal só tipo deu uns 5 minutos de fuééén sacomé?
Mas hj....Hj vc me surpreendeu, com teu post. Voltei a amar! rs
Também me dou bem com a minha sogra, as vezes ela dá uns bolas foras que aprendi a ver que não é por mal, ela foi criada de maneira simples, sem frescuras entende?
Mas me quer muito bem, me trata melhor que meu marido. Não que ela paparique mais a mim, é que ela me dá conselhos práticos de como se recuperar do parto, coisas d amiga, q ela nem precisaria fazer, entende?
Dá mdo de dizer q curto a sogra pq a mulherada não bota fé, mas a mãe de merda me salvou!!!Aeeee \o/
Beijo Kira!

Mamãe Infinitamente Feliz disse...

Cheguei...quero também dar minha opinião...aqui o tempo é curto pq o bebê é pequeno e requer atenção.... kkk por isso quando sobra tempo estamos aqui lendo!
Mas quanto a minha sogra se vcs acham que uma é pouco eu tenho 3 vamos dizer a mãe do meu marido que mora em frente, a tia do meu marido que mora na frente com a minha sogra e a outra tia do meu marido que mora do lado...e minha mãe onde fica? mora a 23 km de casa buááááááá
Calma a minha sogra criou os 3 filhos o meu marido é o mais mimado tbm unico homem e ultimo filho, mas nos damos mto bem o única coisa que me frustra nela é como ela cria a outra neta e penso, assim q ela fará com a minha filha....kkk quanto a menina estar com um peso a mais por darem td de besteiras, qto a dar mel quando a menina ainda tinha 3 meses de vida, qto a dar banho no tanque em dias não tão quentes, e quando flo ah será que é assim, ela diz é sim eu fiz isso com meus filhos ai eu penso grito ou me mudo pro exterior? kkk mas já penso não quero jamais afasta-la dela e jamais brigar por bobagens assim não tive nenhuma avó e a Sofia terá as duas pertinho mesmo que eu tenha que as vezes renunciar interferir de maneira educada, criar aqui de uma forma atravessa a rua de outra, mas faz parte do nosso show... bjuxxxxxxxxx

Lucila disse...

Kira, amei seu texto! Principalmente a parte em que vc fala com respeito e admiração sobre sua sogra. Tirou algumas palavras da minha boca.

Beijos!!

Anônimo disse...

Parabéns pelos 2 posts, esse da sogra e o dos brinquedos de menino e menina ... senso comum. Chamam direto o Carlinhos de "GAROTA LINDA..." por causa do cabelo comprido e do rabinho de cavalo que fazemos nele ... pois é !!! Hahahaha ... feliz ou infelizmente esse mundo q vivemos é muito primitivo e rotulento!!!

MEIRE ELLEN MELL

- Anine Pinheiro - disse...

Não tenho problemas com minha sogra, pq é cada uma na sua. Ela me ajuda, eu a ajudo e vamos assim. Mas sinceramente? Dps q meu filho nasceu, eu passei a exergá-la diferente, pq um dia eu serei sogra e terei uma nora. Mesmo qdo ela insiste em querer dar refrigerante pro meu filho, q agora tem 17 meses, mas já quis isso qdo ele tinha 6, eu ignorava. Afinal a 30 anos atrás, qdo ela fez isso com meu esposo, não tinha tanta informação.
Mas as vezes ela é imatura. Eu sou imatura e vamos assim, tentando um bom relacionamento pq ela é avó do meu filho.

Bjus!