quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Mamãe saiu, Beatriz ficou!

E então que a Beatriz dormiu fora. Não foi a primeira vez, ela já dormiu fora por necessidade - em 2010 fiquei 4 dias internada -, e algumas vezes na casa da vovó quando o marido foi tocar e eu fui junto.
Porém ela era menor, era mais fácil.
Ontem a tarde deixamos a Beatriz na casa da Tia Marlene, nos despedimos e ela ficou lá de boa. Partimos para São Paulo para um evento da Blizzard.
Para ajudar, a bateria do celular acabou tanto a minha quanto a do marido, maldita internet que come bateria. E eu fiquei sem conseguir me comunicar com a Tia Marlene.
Mas foi tudo bem.
OU nem tanto.
A Beatriz ficou até altas horas acordada, dormiu colada na Tia Marlene que a coitada não podia nem se mexer na cama.
Eu fui dormir as 3 da manhã, e só conseguia pensar que é muito estranho quando a Beatriz não dorme aqui, e eu posso acender a luz de madrugada sem ter medo dela acordar.

Foi bom acordar tarde - nem foi tão tarde assim - poder me arrumar com calma para ir resolver algumas coisas antes de busca-la. Mas é algo que eu não gosto de fazer com frequência, sou daquelas que só deixo dormindo fora se realmente houver necessidade.

Vale lembrar que a Beatriz fica semi tranquila sem o tetê, dorme tomando suco, dorme no colo, mas isso só acontece com a Tia Marlene, se eu tento não rola. É a arte de trollar a mãe.

E seus filhos, já dormiram fora?

10 comentários:

Mamãe do Pedro Henrique disse...

Quando queremos sair para algum lugar, sempre deixamos o filhote com minha sogra. Mas sempre levamos o celular caso algum imprevisto aconteça.

Andrea disse...

meu pequeno ficava com a tia dele tb,depois que fez um aninho nao ficou mais,agora chegamos la e ele ja comeca a chorar pq acha q a gente vai embora e deixar ele la!nao deixei mais mesmo sabendo que logo que saimos ele para com a manha,pq sim e apenas manha...

Futura mãmã disse...

rs ai eu nao me imagino nao tando do lado do meu quando ele nscer rs

Beijo

Evelyn_mãe_da Sofia disse...

A minha pequena (02 anos e 02 meses) nunca dormiu fora, justamente por causa do peito...snif!!

Um espaço pra chamar de meu disse...

Fica um vazio dentro de casa terrível,meus filhos hj com 9 e 11 já dormem fora com mais tranquilidade,mas a 1ª vez que deixei Su dormir fora e cheguei em casa e vi brinquedos,roupinha e tal, deu um vazio no coração...
E sempre me surpreendi em como eles ficam bem,dormem na hora,comem tudo e obedecem... é trollagem materna mesmo...rsrsrsrs

Tenikey disse...

a cecis sempre dorme na casa da avó paterna qnd o pai resolve ficar com ela em alguns fds.. eu sempre sofro, sinto mta saudade dela, a avó diz q spo as vezes ela chora.. e me chama, mas eles dao uma enganada ou uma cansada nela e ela fica tranquila.
beijos

gabriela disse...

é bom ter com quem contar, né?
o nino vai fazer 6 meses amanhã e ainda é muito cedo pra pensar em deixá-lo com alguém...rs.

bjbjbj

http://maeporacaso.spaceblog.com.br/

Mãe de três disse...

Dos meus 3 somente o Ad, quando tinha uns meses e eu trabalhei fora, foram umas 5 noites e quando ele tinha quase 5 anos no acantonamento na escola, foi uma barra, já os 2 menores, um de 4 e uma de 1 e 6 meses, nunca dormiram fora, e eu ando conversando com o meu marido pra gente deixá-los de vez em quando na minha mãe, pra eles vai ser uma festa e pra gente um descanso, mais vamos ver quando esse plano vai ser colocado em prática, bjks

Chris Ferreira disse...

As minhas já dormiram fora algumas vezes e fico na neura de ter bateria do celular. Agora mesmo estou carregando 2 aparelhos assim se acabar a bateria de um é só colocar o chip no outro. Ô mãe neurótica eu, da era do celular.

beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Fernanda Souza disse...

Arthur tem 5 anos e a única vez que dormiu sem mim por um motivo grave, foram 2 dias que precisei ficar internada para uma cirugia.
Maaaaaas, marido viaja direto com ele pra São Roque, e na maioria das vezes eu fico por conta da faculdade e também por não gostar de ficar mais de 2 dias fora da minha casa (eu sei, devia ser uma tartaruga)
É sempre super tranquilo, mais até do que quando eu vou junto.
Também sinto muito falta quando ele não está, mas como sempre ou está comigo ou com o pai, é tranquilo.
Não imagino ainda a primeira experiência sem nenhum dos dois, confesso que sou mais apegada a ele do que ele a mim. E sem celular, eu enlouqueceria rsrsrs

Beijos (desculpa a carta kkkk)