domingo, 2 de janeiro de 2011

O revéillon da Beatriz.

Aqui em casa sempre foi assim, depois que casei com o Rob, o Natal (dia 24) é na casa da mãe dele, o dia 25 geralmente almoço aqui em casa, ou lá mesmo, depende da nossa ressaca disposição. Dia 31 sempre fiz festa aqui, mesmo antes do Rob morar aqui, e dia 1 almoçamos na casa das minhas tias.
Acontece que esse ano não rolou festa aqui (31), ficamos apenas a gente (eu, rob, pai, e Bia), e uma amiga. Fizemos porções, tínhamos cerveja. E a diversão ficou por conta da Beatriz.

A Beatriz resolveu que dormir é para os fracos, e ficou super agitada, foi dormir la pelas 1 e tantas. Confesso que fiquei um tanto stressada, estava com fome, e a Beatriz não sabia se queria dormir ou brincar, mas depois decidi relaxar, se ela queria fica acordada, que ficasse.
Tive um tanto de medo dos fogos, por ela. Fiquei em dúvida o que seria menos pior, deixar ela dormindo e ela possivelmente acordar com os fogos, ou deixar ela acordada leva-la para ver os fogos e ver a reação dela.
Em um momento, fui comer e o Rob ficou com ela, levou ela até o quintal da frente e ficou mostrando alguns fogos que já tinham ( pessoal começou cedo aqui, 23 hrs já estava soltando horrores de fogos), e confesso que eu achei muito bonito o Rob e ela se divertindo juntos. Ela adorou, e ficou assustada poucas vezes.

Beatriz adora falar oi, fala oi para todo mundo que chega em casa, fala Oi quando acorda, fala oi quando brinca de esconder. E enquanto preparávamos as porções ela se escondeu, apareceu e falou para a minha amiga " Oi zuzubem?" . E foi assim a noite toda, Beatriz deixando todos surpresos.

Bom, quando realmente deu 00hrs, e começou os fogos pra valer, como de costume fomos na rua assistir. Beatriz ficou super animada fazia " Abummm" (o pai dela quem ensinou), apontava, batia palmas, e assustou pouquíssimas vezes. Os fogos aqui duraram uns 15/20 minutos.

Depois ficamos conversando na varanda e a Beatriz brincando, em um momento ela começou a demonstrar tédio e irritação. Coça os olhos sem parar, começa a puxar os cabelos, dai é a hora de dormir. Deitei, não fiquei nem 5 minutos amamentando e ela já estava em um mega sono.
Não sei dizer se ela dormiu a noite toda, porque coloquei ela no berço, e ela acordou alguma parte da madrugada e o Rob a trouxe para a cama. Como eu estava apagada de sono, eu já amamento no automático e não fico observando quantas vezes ela acordou!

Mas fiquei muito feliz, de passar esse revéillon com a Beatriz acordada, depois pensei direito, e seria um egoísmo da minha parte faze-la dormir só para eu me divertir mais, sendo que, com ela a diversão foi muita. Não tem nada que compra ver sua filha se divertindo e "entendendo" qualquer comemoração que seja!


Beijos

Um comentário:

Confissões de uma mãe de primeira viagem disse...

Aqui tmb passamos com o Bryan acordadinho, no natal ele dormiu tanto que até estranhamos...rsrs
bjos e que 2011 seja um ano de muitas realizações