sexta-feira, 13 de maio de 2011

Coleira Infantil

Confesso que quando a Beatriz era um pequeno bebê que não andava, eu achei esse negócio de coleira infantil a coisa mais bizarra de mal gosto. Porque né, é uma criança, não um cachorro...
Porém, fui aceitando mais essa idéia, a partir do momento em que Beatriz já andava e começou a dar um puta trabalho nos lugares. Nem é só por isso, afinal, criança da trabalho mesmo.
Acontece que a Beatriz esta em uma fase de só querer andar, e ela se empolga, corre, some no meio de todo mundo, e da um leve cagaço medo, dela sumir e não aparecer nunca mais!
Ao comentar com algumas pessoas que queria comprar uma, porque é muito mais prático andar com a criança daquele jeito, principalmente em locais lotados como shopping o que eu ouvi foi coisas como " nossa, que absurdo" e " não vai no shopping se você sabe que sua filha da trabalho".
Dai entra outro ponto, não podemos, nem devemos deixar de sair por conta dos nossos filhos. A vida muda?Com certeza. E as prioridades também. Porém, com criança é muito mais fácil você ir comprar algo no shopping do que no centro da cidade em várias lojas. Então, não tem muito como fugir não!
Geralmente esses comentários partem de pessoas que não tem filhos, simples assim.




Outra questão é, múltiplos. Imagina você, com duas crianças e sozinha em um shopping ou qualquer lugar que seja!
Acho que, se o produto existe é para ser usado, isso não vale para todos os produtos lógico, mas porque não usar?Se é util e muitas vezes necessário?

E não me venha com essa de " você tem de controlar seu filho " porque ó, tenta você 10 minutos e eu vou dar muita risada da sua cara!

Lógico que deve ser horrível andar com essa coleira e aguentar todo mundo olhando para você com cara de " WTF Mãe de Merda?" mas sinceramente, eu aceito porque é preferível isso do que minha filha loka loka loka entrando nas lojas, pegando coisas no mercado, se jogando no chão, e quebrando tudo! Beatriz é um amor gente!


E vocês, quem tem?O que acham?




EDIT: estou postando novamente os posts do dia 12/05 que foram comidos pelo blogger! Entao se aparecer dois posts iguais, ignorem, não tô loca! 

33 comentários:

Steph Ciciliatti disse...

Gents, nao é coleira, é mochila pra impedir que seu filho morra atropelado, fim.

Juliana Freitas disse...

Dou a maior força. Te falei que o Francisco tem a pulseirinha, mas tô de olho nessa mochilinha fofa!
Ele fica 'livre' e eu sossegada. Ele odeia dar a mão, então a 'coleirinha' é a solução!

Criss Ferrari disse...

eu achei bonitinho, não usaria, e as minhas já estão fora dessa fase.

Sílvia Renata disse...

Oi...
Moro numa cidade interiorana, então isso seria um total absurdo aos olhos das pessoas daqui, mas quando viajamos para SP em 07/2010 vi um garotinho de aproximadamento uns 2 anos com uma mochila dessas, na hora nem me toquei na palavra coleira, mas achei interessante, acho que o termo que ficou pesado, melhor falar mochila de segurança rsrsrs Eu usaria, mas aqui nem grandes aglomerações acontecem :(
Abraços...

Raquel Gomes disse...

Ah, já encomendei duas!!! Madrinha do gatinho vai pro Canadá esse ano e vai trazer pra mim, pq né?
Pensa na praticidade: mochila nas costas levando fralda+lencinho+pomada+roupinhas. Mãe com as mãos livres (que mané sling, criança quer andar) podendo olhar vitrine sem desesperar.
Claro que não dá para simplesmente soltar o filho no chão e fechar os olhos, já que a mochilinha não será soldada ao corpo da cria, mas que é uma tranquilidade extra, é!
Quero 10!!! rs
Bjin ;)

Tassi Bach disse...

Até a pouco tempo atrás, tipo, muito pouco tempo mesmo, eu achava isso o ó! Mas aí, conversando com uma mãe de gêmeos, entendi o lado dela. Eu também usaria, mas por uma sorte extrema, o Arthur tá caminhando de mãozinha dada comigo bonitinho, cuti cuti. Então, pra mim, não teve necessidade, mas se ele continuasse do jeito loucão que ele tava, eu iria comprar uma dessas. Mais vale um filho inteiro e conosco do que arrebentado e desaparecido, e os olhares que se f...

Aline disse...

KKKK tô morrendo de rir aqui de vc dizer que a Beatriz é um amor, a Sophia também. Só que não pára quieta... Hahaha
Olha, eu já achava legal antes de ter a Sophia, pois já vi minhas tias se escabelando com meus primos pequenos literalmente SUMINDO dentro de lojas grandes e essas coisas acontecem em uma questão de segundos...
Por isso assim que tive a oportunidade comprei uma para a Sophia e ela ainda mal andava. Agora estou começando a usar e nós duas estamos gostando muito. Ela porque fica solta (não precisa me dar a mão...rs..) e eu pq fico mais tranquila e posso deixar ela á vontade para andar.
Vi muita gente criticando e dizendo que é um absurdo e que não usaria nunca pq a criança se sente constrangida e tals...(veja bem se a Sophia tem idade para se sentir constrangida!). Mas deixa um deles perder o filho no shopping, na feira, na praça, por cinco minutos e ver o desespero que dá, para ver se eles não mudam de idéia rapidinho....kkkk
Bjusss!!!

Maria Betânia Fuller disse...

Sabe, eu sempre fui da opinião que parece ser mais para cachorro sim, depois fui mãe, e minha abby começou a andar, olho com outros olhos, pior que tudo que vc citou na última estrofe é ainda mais se perder nossos filhos, o mundo está ruim, além deles andarem e se perderem ainda tem o lance dos que roubam nossos filhos mesmo e assusta. Por enquanto ainda não comprei, porque nào vou para lugares agromerados, e como nunca gostei da idéia vou evitando, mas certamente se eu frequentasse lugares de risco não pensaria duas vezes acho ruim ou não muito pior perdê-la, Deus me livre. Beijos amiga.

Peoh disse...

Pois bem. Como sabe a minha filha Helô (www.bebeavista.com) tem uma. Foi a melhor compra que fiz, e não fui o unico beneficiado. Antes, quando a Helô desgrudava de nossa mão para correr eu logo pegava ela no colo e a privava da liberdade. Com a coleira, ela pode correr e brincar a vontade sem se distanciar muito de nós. É a melhor coisa paa supermercados shoppings e aeroportos. O preconceito se deve mais sobre o apelido "coleira" e sua similaridade com as de cães mas ora, que mãe que nunca deixou seu filho num cercadinho/chiqueirinho? Esse falso moralismo de pessoas que, em sua maioria não tem filhos e não sabem como é difícil cuidar deles as vezes irrita. Quando me questionam se minha filha não vai crescer traumatizada por usar uma coleira, respondo que traumatizada ela cresceria se se perdesse dos pais. Outra coisa, pouquissimas foram as vezes que cruzei com olhares de reprovação por usar a coleira, pelo contrário. Os olhares eram em sua maioria por curiosidade e, sempre que saio, pelo menos 2 pessoas me perguntam onde comprei. Abraços, Peoh

Laragui disse...

Oiii Adorei, Bea está começando a andar, e eu tava pensando nisso, sabia? Confesso tbem que já achei absurdo, morei já na Europa, e lá é super comum, e eu vivia xingando eles, rsrsrsrs...
Bom, se der me diga onde comprar, rsrs Bea já deu uns dois pasinhos, e do jeito que ela é, daqui a pouco estará correeeeeeeeeeeeeeeeeeendo por ai

bjnhos (ah, sou a @laragc do tuii)

Aprendendo a ser Mãe disse...

eu acho normal e seguro .... não me preocupo com as represálias externas... mas a minha familia não quer... difícil convencer...adoro seu blog

bjks

Fernanda Reali disse...

É necessário e deveria até ser lei, como a cadeira infantil no carro se tornou.

Se a criança escapa, nós adultos nem sempre temos a agilidadenecessária para protegê-la.

Eu tive Guga quando helena tinha um ano e meio. Em 3 meses, ele era um bebezão imenso, com mais de 7 kg, e ela era uma menina de menos de 2 anos muito espoleta. Ele ia no carrinho ou canguru e ela ia de mãos dadas comigo, mas sempre presa pela pulseia. se eu tivesse que solt[a-la para digitar uma senha ou assinar um cheque, ela estava segura do meu lado.

Recomendo muito, mas acho que a coleira ou pulseira não precisa substituir as maos dadas.

Modelo que tive e aprovei

http://www.dkbebe.com.br/pulseira-de-seguranca-infantil-safety-1st,p,0042900124,175.aspx

beijoooo

Talita disse...

Eu acho, com toda sinceridade do mundo, que todos deveriam enfiar seus pitacos no nariz. Cada um sabe o que faz com seu filho, ora bolas!
Triste, feio e que dá vergonha é perder filho na rua, ter zelo não é nada disso!

Beijoss

Deia disse...

Eu nunca pensei muito a respeito disso não, acho que porque sempre me virei bem e meu marido sempre me ajudou muito nos cuidados das crianças, sempre saiu comigo, me ajudou a controlar as ferinhas. Depois que agente se torna mãe, mudamos muitos dos nossos conceitos a respeito de muitas coisas.
Quem sabe no terceiro filho né se for necessário?

bjs

Kika Del Piero disse...

Eu não sou mãe... mas eu acho o máximo a "coleira" infantil e sempre que vejo faço questão de fazer uma cara de aprovação..

E outra... eu tenho um certo imã.. se tem criança no corredor de provador.. ela vai entrar na minha cabine e arregaçar a cortina justo quando não pode... ai sempre vem a mãe correndo e gritando pra menina parar...

Agora me pergunto... bonito e ver mae gritando né... coleira é absurdo, faz favor.. eu por mim saia distribuindo mesmo por ai..

Aline B. disse...

Pô! Meu comentário sumiu!!!! Blogger de merda!!!
Depois eu escrevo de novo, mas eu aprovo e uso na Sophia e ela adora!

Sarah Maia disse...

Me encaixo na categoria "mamae" de gemeos... Eles ainda nao andam, mas só de ve-los engatinhar, tenho idéia do tumulto que será quando começarem a andar. Cada um vai para um lado. E se antes de ser mae eu já era fã da coleira infantil, agora, nem se fala! Nem preciso dizer que já comprei, ne? kkkk

Anônimo disse...

JÁ OUVI MUITAS GROSSERIAS EM SHOPPINGS DE PESSOAS QUE NÃO TINHAM FILHOS, E AS QUE TINHAM, ME PARAVAM PRA PERGUNTAR ONDE EU TINHA COMPRADO. É ÓTIMO, A CRIANÇA FICA LIVRE PRA ANDAR EM SEGURANÇA, E PARA OS PAIS É MUITO BOM PORQUE VC PISCA MAIS DEMORADO, E O FILHO DESAPARECEU. COMPREM SIM A COLEIRA E MANDEM OS OUTROS PRA PQP, O IMPORTANTE É QUE VC E O SEU FILHO CURTAM O PASSEIO. ABRAÇOS

Luciana disse...

Vou falar com a experiência de quem já foi uma criança encoleirada. Quando eu era pequena minha Mae teve a brilhante idéia de levar as duas filhas e mais quatro sobrinhos pra Disney, sendo que ela seria o único adulto responsável. Deu pra imaginar o drama? Eram três crianças e três adolescentes soltos em plenos parques lotados, dai eu era a mais nova e acabei Me perdendo... Depois disso mamãe fez a melhor compra da viagem, a tal da coleira de pulso. Juro que não tenho o menor trauma por isso, nem quando alguém estranha nas fotos dessa viagem a presença da coleira! Agora to gravida e já esta na minha lista a compra de uma pro meu bebezinho, porque pior que o olhar de desaprovacao de quem nem Me conhece nem paga as contas do meu filho e a idéia de perder num Shopping ou parque. Já trabalhei em Shopping e não passava um dia sem ter anuncio de criança perdida no alto falante. Quero isso pra mim não!

Anônimo disse...

Super apoiada!

Gisele Buss disse...

Bom, não tenho filhos e acho q estou beeem longe de ter um(a), mas sou apaaaaaixonada por crianças então reparo muito nelas em ruas e shopping. e quando vi uma criança com uma dessa na rua com a mãe achei a ideia maravilhosa, afinal não obriga a criança estar de mãos dadas ou no colo e quem está cuidando da criança se sente mais seguro com a certeza que ela não vai se perder. Já cuidei de criança no meio de muuuuita gente (em aparecida do norte :S) e sei o trabalho que dá, com uma dessa ficaria bem mais facil ;D

Gisele Buss disse...

ah, esqueci de falar...
Gente com cara feia vai ter pra td, se deixar sua filha correndo também vai ter, então acho q está certa em pensar no q é melhor pra você e pra sua filha ^^
Bjs

Renata Mendes disse...

Eu tenho 2"coleiras"comprei no Japao,quando morei la,isso la e nos EUA,eh a coisa mais normal do mundo,adorooooooooo e ja tenho encomendas...kkkkk
A primeira vez que fui ao shopping com meu bebe na "coleira",ouvi comentarios de tudo que foi jeito,muitas pessoas gostavam,achavam engracada aquela situacao,teve ate cometario de mal gosto,(quase mandei a pessoa a m......),mas enfim,super tranquilo,a crianca se sente livre leve e solta e a mae tb.EU RECOMENDO.
Bjs e quem quiser uma tb eh so entrar em contato.remgsakai@msn.com

Anônimo disse...

Só nós mães sabemos o que passamos com nossos "rebentos". Eu tive a brilhante idéia de viajar sozinha com meu filho. Imaginando eu que seria a aventura mais facil do mundo. Na altura meu filho com 2 anos, no auge do entusiasmo. Resolvi sair de Lisboa/São Paulo/Porto Alegre. Tudo muito bem ate chegar em São Paulo...4 malas, mais pc, mais meu filho com sua mochila de brinquedos. Pirei!!!!Me apavorei mesmo! kkkkk E agora que eu faço? Corro atras do filho e levam - me as malas ou entao fico com as malas e roubam - me o filho kkkkk Cheguei em Porto Alegre parecendo que havia saído de uma guerra. Além das horas de vôo mais o cansaço de tentar controlar um miúdo cheio de energia. Ate entao não conhecia a tal "coleira" até o dia que estava a passear na Redençao e vi uma miuda a usar e disse mas é isso que eu preciso. E fui correndo buscar ...Foi o que me salvou ...Tirando a vergonha que passei no shooping qdo coloquei nele a primeira vez, o miudo se pôs de quatro a ladrar kkkkkkkkkkk Clarissa

Alice Bittencourt disse...

Menina minha sogra já usava isso. Ela disse que depois de um passeio com os filhos em que o danadinho do irmão do meio quase foi atropelado, ela aderiu. Não era assim tão bonitinha e tinha mais cara de coleira mesmo, mas ela não quis nem saber. E as pessoas apontavam, lógico. "Que absurdo", eles diziam. Mas ela seguia linda com o filhote em segurança. Sem traumas e sem arrependimentos para ambos.

Pati Faccioli disse...

Nooossa tô lendo só agora e amei , essa coleira, mochila, sei lá... cansei de perder o Rogério nas lojas, supermercados... onde acho pra comprar ??? bjus

Mari Rossini disse...

nossaaaaa onde acho um desses?? Tenho 3 filhos, um de 4 anos, um de uma ano e 8 meses e uma bebezinha de 1 mes!!! Preciso disso!! rs
Adorei seu bolg, já sigo e agora vou dar um pulinho aki sempre que os pekenos deixarem! bjos

Anônimo disse...

Desde que surgiu eu fiquei louca para comprar para meu filho e logo fui atras.ando no centro da cidade ,no supermercado e shopping,consigo realizar os pagamentos tranqüilamente.foi maravilhosa essa invenção da mochila para segurança da criança .vou trazer varias do canada para vender a um preço mais acessível ,pois e um absurdo algo tão importante para segurança da criança ser tão caro aqui no Brasil.como sempre tudo que e importante para segurança ou saúde e caro.teve uma mãe no rio de janeiro que pediu que eu incentivasse o uso dessa mochila pois se existisse quando o filho dela era pequeno ele não teria fugido dela quando estava fazendo um pagamento no shopping e ele não teria sofrido um acidente gravíssimo na escada rolante.ninguém tem que ter vergonha de usar no filho pois a segurança tem que vir em primeiro lugar.

Anônimo disse...

Desde que surgiu eu fiquei louca para comprar para meu filho e logo fui atras.ando no centro da cidade ,no supermercado e shopping,consigo realizar os pagamentos tranqüilamente.foi maravilhosa essa invenção da mochila para segurança da criança .vou trazer varias do canada para vender a um preço mais acessível ,pois e um absurdo algo tão importante para segurança da criança ser tão caro aqui no Brasil.como sempre tudo que e importante para segurança ou saúde e caro.teve uma mãe no rio de janeiro que pediu que eu incentivasse o uso dessa mochila pois se existisse quando o filho dela era pequeno ele não teria fugido dela quando estava fazendo um pagamento no shopping e ele não teria sofrido um acidente gravíssimo na escada rolante.ninguém tem que ter vergonha de usar no filho pois a segurança tem que vir em primeiro lugar.

sandra januncio disse...

preciso comprar uma dessa urgente hoje mesmo meu filho de 2 anos me deu um baile na farmacia ficou correndo pelos corredores e eu atras que vergonha!

Anônimo disse...

Tenho trigêmeos, os três impossíveis, crianças arteiras mesmo (e qual criança não é arteira?). E na hora de sair, já viu: três crianças e apenas duas mãos para segurá-las porque afinal sou uma só (e infelizmente não tenho marido para ajudar, já que fiquei viúva pouco depois de meus meninos completarem 1 aninho). Mas isso foi resolvido de um jeito muito simples: não, não se chama "coleira". Chama-se "educação".

Priscila disse...

Podem me indicar uma loja em dado Paulo que tenha. Sou de santa catarina mas aqui está uma fortuna essa mochila. Preciso urgente

Visual Fashion Kids (facebook) disse...

Olá posso colocar seu texto em minha pag no face Visual Fashion Kids (loja de roupa infantil) pois estou trazendo a mochilinha para cidade (Resende-RJ) e tenho um pouco de receio no que as mães podem pensar pois a cidade é pequena mas já tive procura. Aguardo Renata