quarta-feira, 29 de junho de 2011

Minha filha não come carne, e agora?


E dai que a Beatriz teve uma introdução aos alimentos sólidos com tudo que tem direito, papinha feita na hora, legumes frescos, etc. Cozinhar a papinha junto com a carne, tirar a carne. Depois de tantos meses pode dar carne, e mimimi. 
Acontece que, Beatriz nunca foi muito fã de carne, comia, mas não fazia questão, igual a mãe aqui. Só que a mãe aqui, já ta toda zuada, a mãe aqui já passou da fase de crescimento, e por mais que eu acredite muito no vegetarianismo, conheço, admiro quem consiga, tinha meu pé atrás quanto a isso para crianças - TINHA, agora não mais, mas isso é outro post. 

E bom, convenhamos que eu não sou a única mãe de merda que tem filho que não come carne de jeito nenhum né?
Tenho uma boa notícia que dificilmente um pediatra irá dar - claro, salvo algumas exceções - : EXISTE VIDA SEM CARNE!

Existe um universo de possibilidades, e não seu filho não irá comer apenas arroz e batata, como já me falaram.
Existe uma coisinha que se chama PROTEINA TEXTURIZADA DE SOJA. E que sim, pode ser uma solução.

Bem antes da Beatriz existir nessa casa, a gente já consumia carne de soja. Meu pai é adventista do 7º dia, lá eles tem um aconselhamento (não sei se é bem isso!) sobre a vida saudável e trálálá, muitos são vegetarianos, meu pai não, mas uma pessoa que frequentava minha casa sim. Foi então que tive contato com o maravilhoso strogonoff de carne de soja, o que é aquilo? Coisa mais gostosa do mundo!
Então, eu muito prendada - aham, senta lá - tentei fazer e todas as vezes saiu uma bosta. Sou sincera poxa!
Mas virei expert em outros pratos com soja!
Como: Almondegas de soja e "carne moida" de soja. Não contavam com a minha astúcia!

Em qualquer mercado meia boca você encontra soja, é só ir naquela sessão de alimentos naturais, onde tem granola gente!
E existem dois tipos: a grossa (ui) e a fina.
A grossa é ideal para fazer strogonoff, e engana fácil, todo mundo acha que é realmente carne.
E a fina é ideal para fazer "carne moida" e bolinhos de carne, almondega...
grossa - fina

A parte chata, é preparar. Por conta do gosto forte, demanda um pouco mais de tempo.
Mas a mãe de merda aqui, explica para vocês:


Para preparar 100g. (seca)  em pedaços ou tipo moída.
Lave a carne de soja em água fria, em seguida coloque em água fervente (2 litros de água)  por aproximadamente 5 minutos (irá formar uma espuma).
Retire do fogo e escorra (em um escorredor de macarrão), a seguir lave por 1 minuto em água corrente, apertando os pedaços como uma esponja (isso irá retirar o sabor forte da soja).
Após lavada, esprema bem e se quiser pode cortar ou abrir os pedaços (se estes forem grandes).

Esse é o início de tudo, capriche na parte de lavar em água corrente, expreme bem as danadas das sojas, desconte toda sua raiva nelas! (oi?)

Depois vem a parte enrosco dois, temperar. Ai ta o segredo para não ficar uma porcaria. Tempere bem, pode ser com Sazon, Knorr, ou até ervas, vai do seu gosto, do que você é acostumada na sua casa.
Coloque a soja (ja expremida loka loka loka ) em uma vasilia, e tempere BEM!Deixe descansar por uns 15 minutos, e refogue.
Depois, está pronta para colocar no strogonoff, panqueca, tortas, ou a´te mesmo "carne moida".
Beatriz adora, depois de refogado ela já come como se fosse carne mesmo!

É uma boa opção.

E  ai, como vocês fazem?


16 comentários:

Anônimo disse...

Bem, eu nao sou espírita e não tenho muito cohecimento de causa, mas uma conhecida minha que é espírita me contou sobre crianças Crsital que seriam uma leva de espíritos superiores que estao sendo enviados a partir de 2001 pra mudar o mundo. Entre varias características, essas crianças já nascem naturalmente vegetarianas. É apenas a titulo de curiosidade mesmo, mas eu tenho visto muitos filhos de amigos e conhecidos que ja nascem se negando a comer carne e nao são necessariamente crianças mimadas ou birrentas. Achei interessante quando vi seu post porque falei disso hápouco tempo.

Anônimo disse...

Ah, e obrigada pelas dicas.

Kira! disse...

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh, seja lá quem você for anonimo, eu já li sobre isso, mas não sabia sobre esse detalhe deles não gostarem de carne!
Eu vi um artigo MUITO bom sobre isso, mas agora não sei dizer onde foi!

Anônimo disse...

Ai, vi no twitter que voce reclamou que eu comentei anonimo mas é que eu sou uma india no computador e nao entendo o que significa as coisas que tem la no selecionar perfil...perdoa?
Luciana Braga (pra nao ficar anonimo)
Um dia eu aprendo!!!

Ké e Lucas em Motherland disse...

Obrigaaada Kira!
Sério, eu tinha nojinho de soja, mas vou tentar, juro!
Como falei, o Lucas NÃO COME CARNE, e não, não é birra, porque tipassim... eu enfio um pedacinho DE NADA no meio da comida, e ele faz ÂNSIA quando sente o gosto! Odeia meeeeeeeeeeeesmo!

Vou testar e te conto no que deu!

Kika Del Piero disse...

Acho bacana que se ela não gosta de carne, não forçar mesmo.
Conheço muita gente que não come a vermelha por não gostar mesmo do gosto e não por conta de uma causa.
Eu a muito não como carne vermelha com regularidade, não curto a sensação depois... mas a carne de frango e de porco ainda aprecio bastante..
Acho legal que isso foi uma escolha da Beatriz e não uma imposição, mas se um pediatra encher o saco, faz esse lance de papinha com o caldo da carne cozida.. pronto.. estarão as proteinas lá...

Anônimo disse...

http://www.comunidadeespirita.com.br/reflexoes/criancaindigo/criancas%20cristal%20e%20suas%20caracteristicas.htm

Achei essa pagina ai. Tem muita coisa sobre o tema (nao sei se da pra acreditar em tudo) e la pelo meio tem:
"Com freqüência têm um metabolismo alto e são naturalmente vegetarianos. Inteligentes, vêem todas as possibilidades com um entendimento instintivo das leis espirituais, de como funciona tudo"

Luciana Braga

Cintiamylee disse...

Eu também sou espírita.
Tenho conhecimento também sobre as "crianças cristais". A título de curiosidade também, ser vegetarian@ ao contrário que muitos espiritualistas pensam não é um "sintoma" preciso de evolução, pureza espiritual(como queiram). Dando como exemplo claro, Hitler que era vegetariano e Chico Xavier que não. Claro que estudos (tanto espirituais quanto carnais) apontam que a carne faz mal sim ao organismo, quem come em demasia são pessoas nervosas, ansiosas, e outras cositas "más". Pois, quando o animal sente que será abatido ele libera substâncias "de stress", (como qualquer outro ser, ele sente medo) e isso reflete na carne que consumimos, estamos ingerindo stress praticamente. Tenho uma amiga (espírita e vegetariana) que alimenta seu filho (que também não faz questão alguma de carne) com outros alimentos, vegetais, muitos vegetais por exemplo, e eles são altamente saudáveis.
Particularmente, não como carne vermelha há sete meses e parei porque perdi o prazer pelo alimento, sinto um gosto ruim quando como e repulsa, veio naturalmente e sinceramente, sinto-me melhor sem ela.

Tiago K. disse...

Experimente também colocar suco de limão por um tempo antes de escorrer toda a água, retira bem o gosto forte da soja...(minha esposa sempre faz isso e fica ótimo)

Kira! disse...

Sua esposa, VULGO MINHA CUNHADA. alok

Danielle Nóbrega disse...

Não sabia que seu pai era Adventista do 7º dia. Alguns adventistas estudiosos do vegetarianismo tem conhecimento fantástico sobre esse assunto e não são fanáticos ou chatos que te forçam nada, apenas dizem o que é verdade sobre esse estilo de vida! Realmente ser vegetariano não é tão fácil como se pensa. Além de ter pessoas que critiquem porque vamos ficar "desnutridos", tem poucas opções e as que tem, não são tão baratas assim.
Realmente, estrogonofe de carne vegetal é muito bom, eu adoro! Tem bife vegetal em lata da marca "SuperBom". Essa carne é mil vezes mais saborosa e o estrogonofe fica muito mais gostoso. Outra coisa que é muito saborosa também, é a feijoada vegetariana. Eu nunca comi a feijoada tradicional, mas quem já comeu diz que não perde em nada, no quesito sabor.

@raquelapenas disse...

pra mim, um dos seus melhores posts! adorei!
kra tbm é cultura e saúde huaaaaa

Embora não sofra com isso, pq Nicolas come peixe, carne, frango e ovos.

Deu até vontade de experimentar a danada da soja :D

Lia Sergia Marcondes disse...

Se ela na gosta de carne e você quer dar proteína animal, dê frango caipira, peixe de pesca, etc... mas, se puder, não dê essa soja. A soja tem sido um dos alimentos mais contaminados por agrotóxicos, e essa proteína de soja texturizada não existe em versão organica. E além deles não especificarem nas embalagens, quase todas vem de transgenicos (que ninguem provou ainda se é ou nao seguro). Tem proteina de soja sendo vendida em lojas de organicos, sem ser organica e eles nem avisam! Mas é só checar as embalagens.
Além do problema com agrotoxicos excessivos, essa proteina é um alimento altamente processado, que perde no processo quase tudo que presta da soja em grão e eles depois adicionam os nutrientes artificialmente. Ou seja... melhor ela morrer sem comer carne, do que comer essa soja aí.
Cuidado... :)

Anônimo disse...

Minha Beatriz já passou por um periodo de negar a carne, eu desfiava a carne depois de pronta, no caso do Bife, misturava um pouco de farinha de rosca, molhava um pouquinho com caldo de feijão ou com o próprio caldo que sai da carne frita e fazia bolinhas. A Beatriz ama bola desde sempre então comia, só por causa do formato...ou sei lá... mas pedaços de carne era complicado. Mas hoje em dia ela come carne.
Já comi esta carne de soja, mas meu marido não gostou, nunca mais comprei. A soja em grãos faço de vez enquando. bjss
Babi
@babipata
babidorafa.blogspot.com

R. disse...

Acho muito legal mesmo vc respeitar a baby nesse ponto,meu filho mais velho tb nõ come carne vermelha, mas posso dar uma dica de coração? Fuja da ptn de soja. Se vc quiser, te envio artigos acadêmicos pra te explicar pq isso é um veneno, e dos brabos.

Existem outras saídas alimentares para garantir um balanço de nutrientes, e sem a carne vermelha. Novamente, se vc quiser, te falo sobre isso.

beijosss

@matryoska

♠ Lola Rodrigues... disse...

Eu adoro a carne fina refogada!!! Preciso experimentar a grossa! (Ma oe!) hahah